Detetada praga, no concelho de Santarém, que afeta os citrinos

Foi confirmada a presença, ou proximidade, no concelho de Santarém, de Trioza erytreae Del Guercio, vulgo psila-africana-dos-citrinos, em várias freguesias do concelho de Santarém (freguesias infestadas: Póvoa da Isenta, Santarém (Marvila), Santa Iria da Ribeira de Santarém, Santarém (São Salvador) e Santarém (São Nicolau) e Vale de Santarém; e freguesias parcialmente abrangidas: Alcanede, Alcanhões, Almoster, Moçarria, Gançaria, Achete, Azoia de Baixo e Póvoa de Santarém, Casével e Vaqueiros, Romeira e Várzea, São Vicente do Paul e Vale de Figueira).

A Autoridade Fitossanitária Nacional – Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), estabeleceu um conjunto de medidas de proteção fitossanitárias para evitar a dispersão da referida praga pelo território nacional, entre as quais uma zona tampão e uma zona demarcada.

Nas suas plataformas digitais, o Município de Santarém afirma que “Todos os proprietários, usufrutuários, possuidores, detentores ou rendeiros de qualquer parcela de prédio rústico ou urbano, incluindo logradouros onde se encontrem plantas de laranjeira, limoeiro, tangerineira, limeira e toranjeira bem como, Fortunella, Poncirus e seus híbridos, Casimiroa, Clausena, Choisya, Murraya, Vepris e Zanthoxylum, afectados pela praga, ficam obrigados ao cumprimento de várias medidas de proteção fitossanitária.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s