Hospital Distrital de Santarém usa “realidade assistida” para apoiar cirurgia

O Hospital Distrital de Santarém (HDS) recorreu no passado dia 15 de dezembro, pela primeira vez, ao uso de óculos de realidade assistida (Rod&Cones) para apoiar a sua formação em cirurgia colorretal minimamente invasiva.

Numa ação de formação dirigida a enfermeiros e cirurgiões do Hospital de Beja, liderada pelo diretor do Serviço de Cirurgia Geral do HDS, Luís Ferreira, o grupo de profissionais do Centro de Referência em Cirurgia do Cancro do Reto recorreu ao uso de óculos de realidade assistida permitindo interação e transmissão para grupo de profissionais à distância. Além de som, são partilhadas imagens da torre de laparoscopia 3D e da sala operatória.

Este tipo de formação permite intervenção de um maior número de profissionais com ganhos substanciais em capacidade formativa.

O HDS entende que deve apostar na diferenciação dos seus profissionais com a criação de novas especialidades, subespecialização, criação de unidades específicas, apoio à investigação, mas também, na difusão entre pares, pois só a partilha de conhecimento pode manter o Sistema Nacional de Saúde (SNS) no nível de diferenciação que alcançou e que tem eco em todo o mundo pela sua qualidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s